Terça, 07 de Dezembro de 2021
33 999 509 609
Tecnologia Tecnologia

Espécie de dinossauro com nariz exótico é descoberta na Inglaterra

Animal viveu na Terra há 125 milhões de anos atrás, tinha 8 metros de comprimento e pesava aproximadamente 600 kg

11/11/2021 14h10
58
Por: Redação Fonte: R7 - João Melo*, Do R7

Um cientista que faz parte do programa de doutorado da Universidade Portsmouth, localizada em Londres, no Reino Unido, descobriu uma nova espécie de dinossauro com uma característica um tanto quanto diferente: um focinho extremamente grande.

O médico aposentado Jeremy Lockwood foi quem fez a descoberta que foi publicada nesta quarta-feira (10) no periódico Journal of Systematic Palaeontology.

A nova espécie recebeu o nome de Brighstoneus simmondsi e os seus ossos foram encontrados em 1978 na Ilha de Wight, na costa sul da Inglaterra. Desde então ficaram armazenados no Museu da Ilha dos Dinossauros.

O nome dado é uma homenagem à região onde o fóssil foi descoberto, a vila de Brighstone, e  também ao cientista que encontrou o dinossauro há quatro décadas atrás, o colecionador Keith Simmonds.

O especialista dedicou 4 anos de pesquisas para entender as características dessa espécie, até então desconhecida pelos arqueólogos. Com o passar do tempo ele iniciou o processo de reconstrução do crânio do animal e, a partir disso, descobriu algumas particularidades em relação a outras espécies já encontradas.

“Por mais de 100 anos, só tínhamos visto dois tipos de dinossauros na Ilha de Wight - o herbívoro Iguanodon bernissartensis e Mantellisaurus atherfieldensis. Eu estava convencido de que diferenças sutis entre os ossos revelariam uma nova espécie, então me propus a medir, fotografar e estudar a anatomia de cada osso”, destacou o médico aposentado em comunicado divulgado pela Universidade de Portsmouth.

“O número de dentes foi um sinal. O Mantellisaurus tem 23 ou 24, mas este tem 28. Também tinha nariz bulboso, enquanto as outras espécies tinham nariz muito reto. Ao todo, essas e outras pequenas diferenças tornaram muito obviamente uma nova espécie.”

O Brighstoneus simmondsi tinha cerca de 8 metros de comprimento e pesava aproximadamente 600 kg, revelaram os estudos. Além disso, as pesquisas apontam que a espécie habitou o planeta há 125 milhões de anos atrás.

A descoberta da nova espécie é uma esperança para que sejam encontrados novos vestígios de outros animais que viveram na região há milhões de anos. Para Jeremy Lockwood, a humanidade pode estar perto de um período de renascimento a respeito da descoberta de novos fósseis de dinossauros.

*Estagiário do R7 sob supervisão de Fábio Fleury

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias