Terça, 11 de Maio de 2021
33 999 509 609
Educação Minas Gerais

Governo de Minas começa reforço escolar 

Aulas pelo app Conexão Escola 2.0 vão ajudar na consolidação de conteúdos trabalhados durante ensino remoto

19/04/2021 11h35
38
Por: Redação Fonte: Secom Minas Gerais

Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) começa, nesta segunda-feira (19/4), o reforço escolar, estratégia voltada para estudantes que tiveram dificuldades em entregar o Plano de Estudo Tutorado (PET) ao longo do ano letivo de 2020 e que precisam consolidar conteúdos trabalhados durante o ensino remoto. A iniciativa contará com a participação de alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental e do 1º ao 3º ano do ensino médio.

As primeiras turmas são formadas a partir dos resultados da avaliação diagnóstica e da devolução dos PETs no ano passado. A cada aplicação de avaliação em 2021 serão feitas novas análises para eventuais inclusões de novos estudantes e/ou encerramento da participação de outros que já tenham conseguido recuperar o aprendizado em defasagem.

As aulas de reforço consistem em um trabalho pedagógico mais individualizado e direcionado, incluindo novas práticas pedagógicas e metodologias de ensino mais dinâmicas e interativas. Cada escola pode organizar a melhor forma de oferecer as aulas. Os encontros virtuais podem acontecer no 6º horário ou no contraturno. 

As aulas serão pelo aplicativo Conexão Escola 2.0. Nos casos em que o estudante não tiver acesso à internet, a escola deve disponibilizar as atividades preparadas pelo professor de forma impressa.

Para os ensinos fundamental e médio, serão oferecidas aulas de Língua Portuguesa e Matemática.

Contato com famílias

A SEE/MG encaminhou às Superintendência Regional de Ensino (SREs) uma planilha com os nomes dos estudantes que não entregaram o mínimo de 75% dos PET ao longo do ano letivo de 2020, incluindo o PET final avaliativo, e que apresentaram baixo rendimento na avaliação diagnóstica – Língua Portuguesa ou Matemática.

Com essas informações, os gestores escolares entraram em contato com as famílias, explicaram como funcionará o reforço e buscaram saber do interesse do estudante em participar. Para fazer o reforço é necessária a adesão da família.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias