Segunda, 25 de Outubro de 2021
33 999 509 609
Educação Minas Gerais

Gestores escolares preparam retomada das atividades presenciais

Uma das ações é intensificar o contato com famílias dos estudantes, que começam a retornar às escolas em 21/6, de forma segura, gradual, facultativa e planejada

18/06/2021 09h00
109
Por: Redação Fonte: Secom Minas Gerais

A próxima segunda-feira (21/6) marcará o retorno dos estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental às salas de aulas. A retomada, que vem sendo planejada com todo o cuidado e segurança, vem depois de mais de um ano de escolas fechadas por causa da pandemia de covid-19. 

As escolas da rede estadual preparam uma volta segura para todos, independentemente da quantidade de alunos que retornarão. Parte desse cuidado é feita pelos gestores, em ações como intensificar a comunicação com os pais e responsáveis, encaminhar orientações e sanar todas as possíveis dúvidas.

A Secretaria de Estado de Educação (SEE/MG) reforça que a participação dos alunos nas atividades pedagógicas presenciais é uma decisão da família e não será obrigatória. Portanto, cabe ao responsável pelo estudante decidir sobre seu retorno presencial ou não.

Interatividade

Na Escola Estadual Marinho Silva, no município de Rio Piracicaba, região Central, o levantamento dos estudantes autorizados a participar das atividades presenciais já foi feito. A estimativa é de que, inicialmente, cerca de 50% dos alunos participem das atividades presenciais.  

Ao longo desta semana, a unidade de ensino reforçou – durante as atividades remotas – os protocolos que deverão ser seguidos e como será o ensino híbrido. Nas redes sociais da escola, também estão sendo postados vídeos e fotos das adequações.

“Estamos buscando, de todas as formas, repassar informações claras para os pais/ responsáveis e também para os alunos. Já encaminhamos fotos e vídeos para que as famílias fiquem seguras e sabendo que a escola está pronta para recebê-los”, destaca a diretora Renata Aparecida Gomes.

Checklist

Para a retomada das atividades presenciais, todas as escolas cumpriram uma lista de checagem criteriosa para aplicação dos protocolos sanitários, com adequações no ambiente e disponibilização dos equipamentos de proteção individual (EPIs) e produtos de higiene e limpeza.

A SEE/MG destinou recursos para as unidades escolares finalizarem a preparação e a compra dos itens necessários. Desde o começo do ano letivo, foram repassados mais de R$ 60 milhões para todas as escolas estaduais para essa finalidade.

Na Escola Estadual Professora Dona Preta, em Taiobeiras, Norte do estado, também já está tudo pronto para receber os estudantes. A unidade de ensino atende apenas alunos dos anos iniciais do ensino fundamental. A comunicação com os familiares já foi feita, como conta a gestora escolar, Lucimar Santos.

“Até então, no nosso levantamento, 60% dos alunos virão para a escola, mas a cada dia que passa mais pais entram em contato falando que querem retornar. Eles estão vendo tudo que temos feito e ficado mais seguros”, observa.

Retomada

Inicialmente, retornam às atividades pedagógicas presenciais alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, de escolas localizadas em municípios que estão nas ondas verde ou amarela do plano Minas Consciente, e nos quais a prefeitura não apresente restrições. 

Em 14/6, os profissionais voltaram às escolas para um momento de acolhimento e preparação para a chegada dos alunos.  

  • Confira, neste link, a lista das unidades de ensino que começam as atividades presenciais com os estudantes a partir de 21/6.

Confiança na escola

Priscila Oliveira é mãe dos alunos da aluna do 5º ano do ensino fundamental, Ana Victória Oliveira, e do aluno do 2º ano do ensino fundamental, Benjamin Oliveira. Ambos estudam na Escola Estadual Marinho Silva e receberam autorização para participar das atividades presenciais.

“Meus dois filhos irão para as aulas na próxima semana. Recebi as fotos da escola e da preparação que tem sido feita e acho que o retorno vai acontecer de forma segura. Vamos reforçar as orientações sobre os cuidados e vejo como necessária essa retomada das atividades”, afirma Priscila.

Ela também elogia a comunicação que tem sido feita pela unidade de ensino. “Está tudo muito bem explicado. Percebemos a preocupação da escola em proporcionar segurança para as famílias, crianças e para os profissionais”, conclui.

A comunicação clara entre a escola e as famílias também dá segurança para Aline Messias Penna, mas, por enquanto, ainda não pode autorizar a participação do filho mais novo nas aulas presenciais por questões de saúde.

“Meu filho mais novo tem problemas respiratórios e está fazendo tratamento. Por isso ainda não vou autorizar a ida dele para a escola, mas ele sendo liberado poderá iniciar as atividades presenciais", conta. "Sei que a escola está seguindo tudo direitinho e tem esclarecido todos os questionamentos dos pais”, afirma Aline, que é mãe dos alunos Daniel Freitas Penna (4º ano) e Gabriel Penna Matias (9º ano), que também estudam na Escola Estadual Marinho Silva.

Alvanete Alves Santos, do município de Taiobeiras, chegou a ficar receosa sobre o retorno do filho, Ronivon Júnior, às atividades presenciais na Escola Estadual Professora Dona Preta. Mas, ao ver como estava a preparação da unidade de ensino, mudou de opinião.

“Eu e meu marido gostamos da organização da escola. Sabemos dos cuidados necessários e estamos conversando com o nosso filho sobre isso. Não vejo motivo nenhum para não deixar. Além disso, precisamos aprender a conviver com a pandemia”, diz.

Para garantir a continuidade dos estudos daqueles alunos que não retomarem as atividades presenciais, o Regime de Estudo não Presencial será mantido. Vale lembrar que a carga horária e frequência dos estudantes continuam a ser contabilizadas por meio do Plano de Estudo Tutorado (PET) e das atividades complementares elaboradas pelo professor.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias