Terça, 07 de Dezembro de 2021
33 999 509 609
Cultura Minas Gerais

Cultura promove encontro estadual de arquivos, bibliotecas e museus

Com o tema Contemporaneidade e novos horizontes, ação que reúne equipamentos culturais de Minas terá palestras e debates 

12/08/2021 14h10
168
Por: Redação Fonte: Secom Minas Gerais

A Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult), por meio da Superintendência de Bibliotecas, Museus, Arquivo Público e Equipamentos Culturais (SBMAE), promove, de 17 a 20/8, o I Encontro Estadual de Equipamentos Culturais: arquivos, bibliotecas e museus. 

A partir do tema “Contemporaneidade e novos horizontes”, o evento, que faz parte das atividades do Dia do Patrimônio Cultural, vai reunir uma série de palestras e debates para abordar a contemporaneidade e os desafios dos principais lugares de memória.

Virtual e gratuito, o encontro também contemplará as edições 2021 do I Encontro Estadual de Arquivos, do VI Encontro do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas e do XIV Encontro Estadual de Museus. A programação será transmitida ao vivo pelo canal da Secult no Youtube

Os interessados poderão se inscrever gratuitamente neste linkpara emissão de certificado de participação.

Já as inscrições para os encontros setoriais, que serão realizadas exclusivamente na plataforma Sympla Streaming, devem ser feitas até 19/8.

Expectativa 

O superintendente interino de Bibliotecas, Museus, Arquivo Público e Equipamentos Culturais e diretor de Museus da Secult, Alexandre Milagres, detalha que, pelo atual contexto pandêmico, o momento é, ainda, de ressignificados e trocas. 

“Este grande encontro nos mostra como é fundamental o papel dessas instituições na contemporaneidade: equipamentos culturais singulares e responsáveis pela democratização do acesso à cultura, à informação e que salvaguardam memórias diversas para as gerações futuras por meio de coleções e acervos preservados”, destaca.

Diálogo e estratégia

A iniciativa da SBMAE tem o objetivo de alinhar procedimentos e missões de seus equipamentos, ao mesmo tempo que reconhece a especificidade de cada um deles e dos municípios de que fazem parte. 

Os arquivos, as bibliotecas e os museus são equipamentos culturais estratégicos para a democratização do acesso à cultura e à informação aos cidadãos, mas cada um deles tem atribuições e ações próprias, e essas particularidades também serão contempladas na programação.

A diretora do Arquivo Público Mineiro, Luciane Andrade, destaca que arquivos, bibliotecas e museus são espaços estratégicos que têm como função primordial, além da preservação, tornarem-se lugares culturais de aprendizado, de troca e de evolução. “A programação ampla é uma boa maneira de alcançar e fortalecer os equipamentos culturais em Minas Gerais, aproximando a todos, mesmo que distanciados fisicamente, além de trazer para a discussão informações, boas práticas, vivências e formatos bastante frutíferos”, observa.

Para o diretor de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas da Secult, Ozório Couto, o evento é um exemplo de diálogo horizontal e ações compartilhadas. “A iniciativa nos mostrará o quanto é importante a atuação conjunta para o desenvolvimento intelectual e cultural da sociedade como um todo, democratização como meio comum, fazendo pontes, trazendo e levando conhecimento e registrando a memória. Nos dias atuais, é preciso cada vez mais aprender, ensinar, trocar ideias e experiências; participar com reciprocidade, respeito e dedicação para um resultado cada vez melhor e mais positivo”, analisa.

Confira a programação completa aqui.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias