Sábado, 27 de Novembro de 2021
33 999 509 609
Geral Geral

Bombeiros encerram buscas em prédio que desabou na Baixada Fluminense

Um homem morreu. Três pessoas foram retiradas com vida dos escombros

24/10/2021 17h50
95
Por: Redação Fonte: EBC

O Corpo de Bombeiros encerrou as buscas por vítimas no prédio de três andares que desabou no início da manhã deste domingo (24), no município de Nilópolis, na Baixada Fluminense. Equipes de três quartéis, com o apoio dos cães de resgate da corporação, trabalharam no resgate das vítimas até o início da tarde.

Um homem morreu nos escombros e três pessoas foram retiradas com vida, levadas para o Hospital Geral de Nova Iguaçu. O governador do Rio, Cláudio Castro, se pronunciou após o acidente.

“Presto minha solidariedade às vítimas deste acidente. Determinei que a estrutura do estado esteja à disposição dos familiares destas quatro pessoas, principalmente aos parentes do homem que perdeu a vida no desabamento. Mais uma vez, o Corpo de Bombeiros se fez presente com um trabalho de excelência”, disse Castro.

As buscam foram encerradas depois que os cães do Corpo de Bombeiros inspecionaram a área. O secretário de Estado de Defesa Civil, coronel Leandro Monteiro, acompanhou a ação no local. “O Corpo de Bombeiros só encerra os trabalhos quando são excluídas todas as possibilidades. Nossos cães fizeram uma varredura do local do desabamento para nos certificarmos de que não havia outras vítimas soterradas”, afirmou Monteiro.

Equipes da Secretaria de Estado de Assistência à Vítima também foram ao local do desabamento e se deslocaram ao hospital para onde as vítimas foram levadas, a fim de prestar auxílio aos parentes. A Subsecretaria de Assistência Social, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, entrou em contato com a prefeitura de Nilópolis para colocar a estrutura à disposição para ajudar às vítimas do desabamento.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias